quinta-feira, 30 de junho de 2011

DESTAQUES DO FUTEBOL LOCAL

É certo que nomes como os de Gita, Ari, Ósca e Naiter entraram para a história como verdadeiros "mitos" do futebol local. Entretanto, ao lado dessas figuras lendárias, diversos outros nomes tiveram destaque no esporte em Arroio Grande.

Além dos já citados Agapito, Martim, Osvaldo, Sérgio Corrêa, Wilson, Paulinho da Barraca, entres tantos outros nomes, tiveram destaque também os personagens das fotografias abaixo que, em diversas épocas, fizeram a alegria (e, por vezes, a tristeza) das tardes de domingo dos torcedores de futebol da Cidade. Estão entre eles:
Chirú (o "trator" do Arroio Grande) - volante dos anos 50.


Tino (o Passarela dos Pampas) - zagueiro dos anos 70 e 80.


Marrequinho - talvez o mais completo jogador de futebol da cidade (na foto, ao lado de Betinho)


Fábio Lima (o "Fabinho") - craque do E. C. Pelotas e do Grêmio, de Porto Alegre.


Os irmãos Nuñez: Betinho (garra e força pela lateral esquerda) e Cacaio (atacante clássico, o maior goleador da história moderna dos Clássicos * antes de Cacaio somente Ari e Martim marcaram tantos gols)


Murilo - volante e lateral técnico, profissional pelo Brasil de Pelotas.


Cabrito - força e velocidade pela ponta-direita - o grande responsável pelo maior título da história do E. C. Arroio Grande: tricampeão estadual amador, em Sobradinho, 1991.


Aires Roberto - força e dedicação a serviço do G. E. Internacional.


Paulo Fernando - o "Caminhão", símbolo da raça, que defendeu os três Clubes de futebol da cidade (Arroio Grande, Internacional e Liverpool).

Nenhum comentário: